Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Somincor prepara projecto inovador na Europa para depositar rejeitados em pasta

Uma noticia interessante para todos os que se preocupam com um castro+verde.

link: http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=326641&visual=26&tema=4

 

Economia Minas: Castro Verde, Beja, 15 Fev (Lusa) 

 

A empresa Somincor, proprietária da mina de Neves-Corvo, no concelho alentejano de Castro Verde, está a desenvolver um projecto inovador na Europa para depositar em pasta os rejeitados do complexo mineiro num aterro em forma de barragem. tamanho da letra ajuda áudio enviar artigo imprimir "O projecto é inovador, porque prevê a utilização, a nível europeu, de uma tecnologia nova para depositar em pasta rejeitados de minas de sulfuretos", que irá permitir substituir a actual deposição subaquática usada no complexo de Neves-Corvo, explicou o administrador-delegado da Somincor, John Andreatidis, em entrevista à agência Lusa. Na Europa, a deposição em pasta, usada em vários tipos de resíduos sólidos, ainda não foi aplicada a resíduos provenientes de minas de sulfuretos, explicou o responsável. No processo de concentração do minério, as lavarias de cobre e zinco do complexo da Somincor produzem anualmente 1.800 toneladas de rejeitados, espécies minerais presentes nos minérios que não têm valor económico e são portadores de elementos químicos contaminantes, desvalorizando, ou impedindo, o comércio dos concentrados. Daquele total, 500 toneladas são reutilizadas no processo de enchimento da mina e as restantes 1.300 armazenadas, através de deposição subaquática na barragem do Cerro do Lobo, integrada no complexo mineiro de Neves-Corvo e situada a cerca de quatro quilómetros da área industrial. Através do novo método, os rejeitados, que actualmente são depositados de forma sólida no fundo da barragem, serão transformados numa pasta "altamente viscosa" e resultante de uma mistura de alta densidade de água com os rejeitados sólidos. A barragem do Cerro do Lobo está a ser fechada em células, tipo salinas, onde serão depositados os rejeitados em pasta e, depois de cheias, vão levar uma cobertura vegetal. O novo método, "mais vantajoso", frisou o responsável, além de "maximizar a capacidade" da barragem, vai permitir "minimizar os impactes ambientais". A deposição em pasta vai permitir a "completa reabilitação e revegetação de toda a área" da barragem, num processo "compatível com um plano de fecho da actividade mineira sustentável e economicamente viável", garantiu John Andreatidis. Após vários ensaios em laboratório, de campo e pilotos e de uma investigação hidrogeológica, o projecto está em fase de aprovação pelas entidades nacionais e europeias. A Somincor aguarda também a saída de normas legislativas a nível europeu e nacional aplicáveis à deposição em pasta de resíduos de minas de sulfuretos para avançar com o novo método à escala industrial. LL. Lusa/

publicado por castromaisverde às 16:46
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds