Domingo, 30 de Setembro de 2007

Sou candidato

Olá a todos que se dão ao trabalho, de entrar e ler o que por aqui se escreve.

 

Hoje para mim foi um dia calmo, muito calmo as actividades em que esperava participar foram canceladas, coisas do tempo.

 

Na melancolia desta tarde, encontrei-me sentado no sofá a pensar na vida, no trabalho a realizar na próxima semana e em qual seria a minha verdadeira vocação.

 

Sou candidato, pois é, descobri finalmente a minha vocação, candidato.

 

Sou candidato, a fazer um pais melhor, sim porque também depende do meu contributo. 

Sou candidato, a ser um pai melhor, a educação dos meus filhos e sua formação depende em grande parte da minha capacidade de lhe transmitir os melhores princípios, os melhores valores.

Sou candidato, a ser melhor cidadão, a cidadania é um dever e um direito de todos, nós temos responsabilidade e dever de contribuir activamente com as nossas ideias e com os nossos actos a uma sociedade melhor.

Sou candidato, a ser melhor no meu trabalho, profissionalmente o nosso empenho e a nossa dedicação contribuem para uma melhor prestação e um melhor ambiente.

Sou candidato a um melhor sistema de saúde , quando pagos os meus impostos todos os meses espero por mais e melhores serviços daqueles a quem entrego o meu dinheiro.

 

Portanto depois destas ideias simples descobri a vocação de grande parte das nossas gentes, ser candidato .

 

Com este magnifico conceito aqui fica um desafio, apresentem as vossas candidaturas....

 

Caso queiram enviar ideias: castromaisverde@sapo.pt

 

Boa semana   

publicado por castromaisverde às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 29 de Setembro de 2007

Planície

 

Olá, este fim de semana temos muita actividade na Planície,  desde o Festival do Amor, ao Challenger Peneireiro das torres e lançamento do livro no  CEAVG ,   á uma visita guiada à Basílica Real e ao Tesouro da Basílica de Castro Verde  dia 29 Setembro – 10h30 e dia  30 Setembro – 09h00 est á prevista uma Caminhada entre Entradas e Montel .

 

Estas são algumas das muitas actividades que encontramos pela Planície

 

Esperamos que o tempo ajude. 

Aqui fica uma recordação, o Tema Planície , sobejamente interpretado por Mafalda Veiga, uma musica ligada a um sentimento.

 

Planície  

o bando debandou 
subindo do arvoredo
do vácuo que ficou
no fim do seu degredo 
as asas abrem chagas
no acinzar do entardecer 
e amansam a agonia 
do dia a escurecer

ensombram a ribeira
e o verde da seara
e passam pela eira
em que o sol se pousara
nas gotas do orvalho
luarento e vacilante
refrescam o cansaço
e dormem um instante

pássaros do sul
bando de asas soltas
trazem melodias 
p'ra cantar às moças 
em noites de romaria 
em noites de romaria 

no adejo da alvorada 
oscila a minha mágoa 
o céu à desgarrada 
irrompe azul na á gua 
e a passarada acorda 
no sonhar de um camponês 
e entrega-se no sul 
do frio que à noite fez 

é tempo da partida 
e a côr no horizonte 
adensa a despedida 
e o borbotar da fonte 
as asas abrem chagas 
na poeira o sol acalma 
num agitar inquieto 
que me refresca a alma 

pássaros do sul 
bando de asas soltas 
trazem melodias 
p'ra cantar às moças 
em noites de romaria 
em noites de romaria 

 

Aqui fica o link para os amigos que quiserem recordar....
http:/ www.youtube.com/watch?v=XPJrM4R6QII"

publicado por castromaisverde às 09:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Festival do Amor organizado pela Região de Turismo

Olá boa noite,

Depois de mais uma dura semana de trabalho é sempre agradável escrever sobre  a 2ª edição do  Festival do Amor que está a decorrer em Beja. 

 

O centro histórico da cidade de Mariana do Alcoforado, abraça e celebra o amor nas suas variadas vertentes.

Na Praça da República, coração do evento, ir á decorrer uma “feira do amor” onde não faltarão, entre outras atracções, as já incontornáveis barraquinhas de beijos, tasquinhas com petiscos afrodisíacos, pontos de venda de livros e de discos relacionados com o tema do festival, serviços de astrologia e cartomancia, doces conventuais, etc.

 

A par do mercado e da animação de rua, composta por diversos personagens alusivos ao amor, serão contemplados mais de duas dezenas de eventos culturais entre workshops de artes orientais, leitura e escrita criativa, espect á culos de dança do ventre, teatro com “as vampiras de sodoma e a peça “é por aqui”.

 

Em termos musicais vão estar presentes vários artistas entre eles o "Rouxinol Faduncho ".

 

Para mais informação visitem http :/ www.festivaldoamor.com

Sobre a entidade organizadora a Região de Turismo Planície Dourada, foi anunciada data para as eleições, 6 de Novembro 2007.

 

Num momento em que se aguarda pela publicação de legislação.

Espera-se que até final do corrente ano, segundo compromisso do governo os diplomas estejam na rua.

 

A nova legislação apresentará um eventual reorganização das regiões de turismo, anunciada á anos e que tem levado a um normal adormecimento da actividade das regiões, Vitor Silva o actual presidente anunciou já a sua recandidatura, para este hipotético período de transição.

 

Se estatutariamente fosse possível (algo que desconheço), não tinha sido preferível prolongar este mandato mais alguns meses do que viver mais um acto eleitoral, em que se pode correr o ridículo de o novo eleito, possivelmente nem sequer vir a tomar posse?

 

Estando o governo representado na comissão regional, não se compreende esta apatia que está a hipotecar a promoção do turismo de Portugal.

 

Vamos aguardar por mais noticias...............

publicado por castromaisverde às 22:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Se Casével pedir a Conceição em Casamento

Olá amigos, tema para reflexão.

 

Muito se tem falado sobre a criação e extinção de novos concelhos e freguesias, será que se trata de algo bom para os habitantes, será que se trata de um tema tabu que pouco se fala porque é incomodo?

 

O acto de criar é sempre interessante, criar uma nova identidade uma nova matriz, seguramente será apelativo para as pessoas, um grande aglomerado que se destaca e que consegue a sua própria autonomia.

No entanto o grupo do qual se separou sente sempre um sentimento de perca, mas interpreta-o muitas vezes como um filho que se emancipa e sai de casa.

 

Não são temas fáceis de abordar, mexem com gerações de historias, gentes que sempre lutaram pelo seu pedaço e gentes que nunca assumiram uma possível cisão.

 

O acto de extinguir é seguramente um processo mais penoso, usualmente não é interpretado como uma oportunidade de melhoria mas sim como um sentimento de perca.

Para a classe politica seguramente não será lógico tratar este tema como de tratasse de uma

conta se somar ou subtrair.

No meu ponto de vista as pessoas não são números , que se encostam á direita ou á esquerda ao sabor de politicas.

 

Vamos tentar apresentar este terma de forma fictícia , fazendo um exercício utilizando freguesias que conhecemos bem e de que gostamos muito.

 

Se Casével pedir a Conceição em Casamento

 

Sendo duas pequenas freguesias em termos de população activa permanente, se Casével  juntar os trapinhos com a Conceição.

Quem sabe se não é mesmo a Conceição acenar com uma piscadela de olho.

Como reagiriam os pais Ourique e Castro Verde, será que aprovavam a união de facto ou que se degladiavam considerando um amor impossivel .

 

Este novo casal que nome de familia adoptava Castro Verde ou Ourique, onde ficava a residencia oficial, nas Alcarias ?

 

Qual seria a reação da população? Seria ouviadas nas urnas para escolherem, se aceitavam o acto e qual o conselho a que se agrupavam?

 

Como seria o futuro destas cumunidades , com mais e melhores serviços, ou cada vez mais distantes, mais esquecidas?

 

Será que era aplicavél a regra das sinergias em pról dos habitantes 1+1=3 ou apenas se trataria de uma optimização e uma redução 1+1=1?

 

Utilizando um tema actual, estas considerações são meros temas de debate teorico ideologico. Desconhecemos se este tema almuma vez foi abordado ou se existe alguma corrente ideologica que está a estudar algo nesta area ao nivél local.

 

Provavélmente nos proximos mil anos de história este casamento nunca virá a ocorrer, mas trazemos aqui este tema para recordar aos politicos que as pessoas, têm um história tem direito a um nivél de serviços.

 As populações merecem atenção que não se traduza em operações matematicas, em médias ou em reduções.

 

O meio pequeno merece ser ouvido e não esquecido, tristemenente abandonado á sua sorte. 

 

Também cabe ao meio mais pequeno mostar que está presente e que tem uma opinião, uma identidade.

 

Boas reflexões.

 

 

publicado por castromaisverde às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Alcoviteira

Olá boa noite,

 encontrei um texto extremamente interessante sobre uma personagem sempre presente no nosso quotidiano a "Alcoviteira", existe sempre esta peça nas nossas sociedades, em que a sua mente se rege sempre pelo seguinte  principio " A galinha da vizinha é mais gorda que a minha", nos nossos dias esta personagem surge mais refinada. 

 

Nunca tenha eu estudado letras a minha formação enquadrou-se nas engenharias e na gestão, sempre gostei da escrita de Gil Vicente, ainda hoje a considero muito actual encontrando muitas semelhanças com a nossa realidade.  

 

Alcoviteira

na obra de Gil Vicente

A alcoviteira é uma personagem que surge em várias obras de Gil Vicente. Trata-se de uma personagem recorrente no teatro ibérico contemporâneo deste dramaturgo e que corresponde a uma figura e a uma actividade reais, na sociedade da época. As alcoviteiras dedicavam-se a combinar casamentos e a desviar raparigas jovens para a prostituição. A actividade, proibida por lei (as ordenações manuelinas condenam-nas), era encoberta por uma série de outras, e, assim, as alcoviteiras diziam-se bordadeiras e fabricantes de cosméticos. Consideradas bruxas pela população, eram açoitadas em público.

 

Uma das alcoviteiras mais célebres de Gil Vicente é Brísida Vaz, do Auto da Barca do Inferno. Nesta peça, ela surge perante o Anjo, pretendendo embarcar na barca do Paraíso. Tal como as outras personagens, transporta um carregamento caracterizador dos seus pecados. Brísida Vaz manifesta estranheza face à recusa do Anjo em embarcá-la. Pretende convencê-lo de que a sua actividade não era pecaminosa e chega a ter-se como mártir da justiça pelos açoites que levou. Procura demover o Anjo, seduzindo-o com uma linguagem doce. A alcoviteira funciona, aqui, como fonte de cómico, não só pela sua presença física, mas também pelos equívocos de linguagem. Ao referir-se à sua actividade, utiliza termos religiosos, como converter e salvar as raparigas. Ao mesmo tempo que se denuncia a si, acaba também por denunciar aqueles que (como os clérigos) recorrem aos seus serviços. Apesar dos seus esforços, não consegue convencer o Anjo, acabando por seguir na barca do Inferno. É, assim, condenada no tribunal moral de Gil Vicente.

 

Na Farsa de Inês Pereira surge também uma alcoviteira, Leonor Vaz, embora numa versão um pouco mais moderada. No Velho da Horta, é Branca Gil quem consegue extorquir ao velho apaixonado o seu dinheiro, levando-o a acreditar que conseguirá, para ele, os favores de uma jovem. Também no Auto das Fadas surge uma alcoviteira, Genebra Pereira, assim como no Juiz da Beira e na Comédia do Viúvo.

 

A alcoviteira não é uma figura individualizada, mas sim um tipo social e humano que, com algumas variantes, Gil Vicente utiliza no seu teatro, pondo a nu uma das várias formas de corrupção da sociedade sua contemporânea.

 

 

Texto retirado e adaptado do site:  http://www.universal.pt/

 

publicado por castromaisverde às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

O Abutre

Olá para os que se lembram de ver abutres em Castro Verde, aqui vai um texto técnico  retirado do site  http://bicharada.net para recordar uma espécie em vias de extinção, que se alimenta das carcaças dos outros amimais.

 

Algumas considerações sobre Abutre Preto

 

Distribuição

Estas aves podem ser encontradas no Sul da Europa, no Médio Oriente e na Ásia.

Esta espécie de abutre já raramente é avistado nos céus de Portugal. A espécie está verdadeiramente ameaçada de extinção, pelo que tem sido desenvolvido um enorme esforço pela sua sobrevivência, sendo constantemente monitorizados os exemplares referenciados.

 

Para ver uma destas aves em liberdade, terá de viajar até um dos locais onde ainda pode ser observado e ter muita paciência... Os locais onde o poderá encontrar são as zonas em volta dos Parques Naturais do Douro Internacional PNDI ) e do Tejo Internacional, e da Serra da Malcata.

 

Neste último local, bem como na zona da Serra de São Mamede, no Alto Alentejo, foram feitos ninhos desta espécie em 2004, o que não acontecia desde meados dos anos 90.

 

Alimentação

Estas aves alimentam-se de animais que encontram mortos, são necrófagas. Para que seja possível observar esta espécie durante muito tempo, em território português, é frequente serem deixadas carcaças de animais em locais previamente seleccionados para sua alimentação. Assim as aves necrófagas podem ter alimento de qualidade disponível sem riscos acrescidos para a sua saúde. Um dos factores que tem levado ao declínio da espécie em Portugal, tem sido o facto de estas aves se alimentarem de animais mortos por envenenamento, pois acabam também por morrer envenenados.

 

Reprodução

Estas aves fazem os ninhos nas fendas das rochas escarpadas e inacessíveis. A postura é normalmente composta por dois ovos, que terão uma incubação de 42 dias.

 

Para mais informações e visualização de fotos visitem http://bicharada.net

 

publicado por castromaisverde às 07:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

"Na Grande Rota do Peneireiro das Torres"

Olá...

No próximo sábado dia 29 de Setembro, Rita Alcazar e Sónia Fragoso lançam o seu livro resultado de um trabalho de investigação de quatro anos sobre esta bonita ave.

 

Como é bonitos velos planar sobre os campos, uma das suas maiores ameaças é o homem.

 

Para os admiradores de um Castro Verde, mais verde será uma oportunidade para participarem no Challenger "  e desfrutarem de bons momentos ao ar livre.

 

Enaltecemos o vosso trabalho de descoberta dos  hábitos e dos ritos desta espécie , assim como todo o vosso esforço na sua preservação.

 

Esperamos que com esta acção sejam adoptados muitos casais de peneireiros das torres.

 

Seguros que esta actividade e a apresentação do vosso livro seja coroada de sucesso, vocês bem o merecem. (Sejam vaidosas).

 

 

Estamos tentados em vos propor um novo desafio, um novo projecto de investigação, sobre o Bufo-Real espécie de que pouco se sabe em Portugal, talvez como resultado desse estudo se pudesse desenvolver um manuscrito em que ficaria a vosso cargo toda a parte técnica e cientifica e a nosso o enquadramento social dessa espécie rara..........  

publicado por castromaisverde às 00:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Oportunidades de formação em Castro Verde

 

Bom dia

Com o inicio do período lectivo, em Castro Verde vão ter inicio um grande numero de iniciativas ligadas à formação.

Estas actividades destinam-se ao desenvolvimento da população do nosso concelho logo merecem a divulgação neste nosso Blog.

 

Actividades Aquáticas

Já estão abertas as inscrições para as actividades na piscina, se gosta do contacto com a agua participe seguramente vai encontrar uma boa oportunidade de se manter em forma.

 

Aprendizagem ComJUNTA , este é o nome de um ambicioso programa de formação que está a ser dinamizado pela Junta de Freguesia de Castro Verde, estão ao dispor dos interessados cinco curso distintos.

Estes curso estão dirigidos para pessoas com mais de 30 anos.

 

Iniciação à Informática

Iniciação ao Inglês

Expressão Plástica

Português para Estrangeiros

Bordados

 

A sabedoria não ocupa lugar, velhos são os trapos e nunca é tarde para aprender, use uma destas expressões da sabedoria popular e participe.

 

O sucesso destas actividades depende de si...

publicado por castromaisverde às 08:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 23 de Setembro de 2007

Para a frente Castro Verde de Francisco Augusto Galrito

Relembro aqui hoje um homem de grande sabedoria, Francisco Augusto Galrito , talhava as palavras como ninguém, sempre se dedicou a promover o nosso Castro Verde.

Não teve vida fácil, eram tempos difíceis .

 

Entre os meus livros, encontrei, A Verdade da Poesia, Volume II, livro editado em 1994, dai extrai este tema sempre na ordem do dia.

 

Para a frente Castro Verde

 

Castro Verde é uma vila

Que vaidosa se perfila

No caminho p'ra Lisboa.

A sua Fraternidade

Conquista a amizade

A uma qualquer pessoa.

 

Castro Verde é uma vila

Que vaidosa se perfila

No caminho p'ró Algarve.

Ela tem p'ro forasteiro

Nacional ou estrangeiro

Acolhimento suave.

 

Os seus ricos monumentos

São preciosos elementos

Recordando antepassados.

Qualquer pessoa que passa

A encanta sua traça

E são bastante visitados .

 

As riquezas que ela encerra

Nas profundezas da terra

São confiança que resta.

Que lhe incute a esperança

Da desejada mudança

Na sua vida modesta.

 

Suas gentes que labutam

Não se negam sempre lutam

Aspirando um Mundo Novo.

Como são um povo crente

Vão dizer sempre presente

Castro Verde e o seu povo.

 

 

Espero que desfrutem e que reflictam um pouco, dar a conhecer as coisas boas da nossa gente e da nossa terra é o melhor contributo que podemos e sabemos dar ao nosso Castro Verde.

 

publicado por castromaisverde às 20:26
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Sábado, 22 de Setembro de 2007

Dia Europeu sem carros

Olá bom dia aqui está um bom tema para o Castromaisverde .

 

Comemora-se hoje dia 22 de Setembro, o dia Europeu sem carros, independentemente das iniciativas mais ou menos organizadas pelas diversas entidades, cabe-nos aproveitar estes dias, para recordar a todos que a utilização do carro deve ser minimizada.

 

Deslocarmo-nos daqui para a li e sem hesitação , lá vamos nós de carro poluindo o ambiente, com gases de escape e ruído , se pensássemos na nossa saúde , tudo faríamos para andar a pé ou utilizar a bicicleta, por exemplo, era mais económico e mais saudável .

 

Cabe-nos a nós mudar os nossos comportamento adoptando uma atitude mais verde, respeitando mais o ambiente.

 

Sugerimos a todos hoje um passeio pedestre, de bicicleta, de triciclo  ou de patins pelas ruas de Castro Verde. 

 

Adira deixe o carro em casa............   

publicado por castromaisverde às 12:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds