Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

Por Portugal

 

Nos últimos dias tenho feito muitos Km pelo Portugal profundo o que me permitiu ouvir aquela musica que anda no porta luvas do carro á anos.

 

Comecei com Rui Veloso que entre outras lá cantou a camponesa, não queiras saber de mim, a ilha e claro o brilho dental, quando ouvi esta musica lá me veio á memoria, como não podia deixar de ser dos nossos queridos asserimos comentadores.

 

Terminei as musicas do Rui, recordando o prometido é devido, que por vezes se confunde com o prometido é de vidro, com a facilidade que se quebram as promessas.

 

Como os km tem sido tantos lá passou pelo leitor a Mafalda Veiga com a sua Estrada, que bonito que seria um concerto da Mafalda com os nossos Ganhões.

 

Acabei hoje a viagem com as Vozes pela Natureza um CD editado pela LPN e a fundação Vodafone.

 

Durante estes dias tenho participado em muitas reuniões com muitas pessoas e cada vez mais defendo que precisamos de organizações simples porque as pessoas estão cada vez mais complexas.

 

Os nossos governantes a todos os níveis deviam ter em atenção este principio e pensarem que tem que criar coisas simples e directas para atingirem resultados simples e imediatos é isso que se procura a vida não para, como é que seres complexos entendem coisas complicadas e por vezes altamente complexas.

 

No passado e olhando para a revolução industrial tínhamos pessoas simples executando tarefas muito simples e rotineiras em organizações complexas muito verticalizadas, hoje o que é que se procura, organizações simples muito pouco hierarquizadas onde a comunicação devia fluir e excitar reacções como se de um sistema neural se trata-se.

 

Será que no futuro os nossos políticos vão estar com as pessoas no nível terreno ou vão continuar nas nuvens do abstracto.

 

Manuel Mestre

 

 

 

 

 

 

publicado por castromaisverde às 23:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Aos comentadores!

Brilho dental
Carlos Tê / Rui Veloso


 

Olá, tu aí a sorrir
Diz-me quem é o teu dentista
Eu nunca vi sorriso assim
Nunca vi sorriso assim
Nem em capa de revista

O teu brilho dental
Não é coisa de amador
É brilho profissional
É brilho profissional
Em busca dum projector

Mas no fundo tens razão
Temos que estar preparados
Em qualquer ocasião
Podemos ser convocados

Para ir à televisão
Dar uma opinião
ou demonstrar um talento
para ir à televisão
fazer opinião
E ter o nosso momento

Povo que lavas no rio
Horas e horas a fio
Povo que lavas no rio
Horas e horas a fio
Sempre a rir e a chorar (refrão)
Agarrado ao sabão
Sempre a rir e a chorar
Agarrado ao sabão
Pode a alma enferrujar
Mas o teu sorriso não

Tu cantas e danças mal
Não tens voz de rouxinol
Mas tens um brilho dental
Tens um brilho dental
Tomara o Carlos Gardol

Mas no fundo tens razão
Só assim se ganha o mundo
E se vai ao coração
Se vai ao coração
Do Portugal profundo

E por isso tens razão
Temos que estar preparados
Em qualquer ocasião
Podemos ser convocados

Para ir à televisão
Dar uma opinião
ou demonstrar um talento
para ir à televisão
fazer opinião
E ter o nosso momento
 
publicado por castromaisverde às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

Até amanhã camarada

Até amanhã camarada, esta é provavelmente uma forma simpática de nos despedirmos de um homem que desde os 22 anos é um presidente 24.

 

Seguramente ao longo destes 30 anos muitas coisas podiam ter sido diferentes mas é indiscutível que, o que Castro Verde é hoje, e que nós apreciamos, se deve ao trabalho e dedicação de Fernando Caeiros.

 

Como em politica as verdades de hoje muitas vezes não o são amanhã, tanto é provável que suspenda o mandato  e que dentro de uns meses esteja de volta á Câmara como é possível que dentro de dias termine o seu caminho como autarca.

 

Para muitos seguramente esta saída é vista como o sair a meio de um mandato para o qual lhe depositaram o seu voto, para alguns seguramente trata-se de um alivio.

 

O cargo que se segue é de extrema importância para uma grande região do pais, para além de o desafio ser grande, a expectativa de quem o elegeu é seguramente também muito elevada.

 

Para um comum cidadão minimamente interessado na vida politica não se compreende a forma displicente de como o PS geriu a situação tendo como certa uma derrota, não se entende porque se forçou uma candidatura derrotada á nascença mostrando um bipolaridade e desunião  ao nível autárquico na região.

 

Neste como em outros actos em que uma decisão por um órgão eleitoral, fica muito mal aos sr. presidentes de câmara não participarem com desculpas menores ou fazerem-se representar por vereadores, é de um cinismo politico assustador ou é revelador de uma disciplina politica que os silencia tornando-os meros fantoches políticos.

 

Como amanhã é outro dia e quem vai virar a pagina é o Duarte, espera-se que continue a desenvolver  sustentadamente Castro Verde e que lhe seja dada a oportunidade de o deixar trabalhar. De entre as GOP, muito ainda está por fazer em 2008 logo o desafio vai ser muito grande. 

 

Manuel Mestre

 

 

 

 

publicado por castromaisverde às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (51) | favorito
|

Parabéns Tiago

Parabéns Tiago, por esta distinção. 

 

Árbitro Tiago Canário promovido à 2ª categoria nacional
 

 

O árbitro Tiago Canário [na foto], de castro verde, garantiu esta época a subida à segunda categoria nacional, onde se vai juntar ao bejense Marco António Trombinhas.
A Federação Portuguesa de Futebol revelou esta quarta-feira, 19, ao final do dia, as classificações finais dos árbitros dos quadros nacionais em 2007-2008.
No que ao distrito de Beja diz respeito, o grande destaque vai para Tiago Canário, que foi 5º classificado entre os 140 árbitros da 3ª categoria nacional, garantindo a promoção.
Ainda na 3ª categoria nacional, João Constantino foi 40º e vai manter-se, assim como Edgar Gaspar (104º).
Menos sorte tiveram Luís Lameira (110º) e José Dinis Gorjão (128º), despromovidos ao quadro distrital.
Ainda na 3ª categoria, os observadores Manuel Custódio (39º) e Jorge Fontes (60º) alcançaram a manutenção.
Já na 2ª categoria nacional, o árbitro Marco António Trombinhas foi 34º e garantiu a manutenção, à imagem do assistente Ricardo Cabecinha, 32º classificado.
Por seu lado, no quadro da LPFP - na prática, a 1ª categoria - o assistente Carlos Nilha está em vias de ser despromovido (foi 44º), enquanto que o observador Albano Fialho alcançou um brilhante 7º posto.
Finalmente, no quadro nacional de observadores de árbitros de futsal, José Teodósio Quinta Queimada foi 28º classificado e vai manter-se.
Em suma, o Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Beja vai ter em 2008-2009 15 representantes nos quadros nacionais, pois a estes juntam-se os promovidos David Tomé (3ª categoria em futebol 11), Daniel Lança (3ª categoria em futsal), António Coimbra (2ª categoria em árbitros assistentes) e Mário Jorge Burrica (observadores de futsal). 


 
quinta-feira, 19 de junho de 2008 - 09h46

 

Link: http://www.correioalentejo.com/index.php?pageNum_comentarios=0&totalRows_comentarios=1&diaria=2135

publicado por castromaisverde às 13:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Alunos brilhantes

Alunos alentejanos disputam final de concurso nacional
 

 

Quatro estudantes baixo-alentejanos – dois da Escola Dr. António Francisco Colaço, de Castro Verde, e dois da Escola Vila Nova de São Bento – foram seleccionados para participar na grande final do "Ideias que Mudam o Mundo (IQMM)", concurso promovido pela multinacional alemã Bayer.
Os dois primeiros concorrem na categoria "Melhor Projecto de Ciência", com o trabalho "Construção de Sistema de Recolha de Águas Pluviais", enquanto os outros alunos vão disputar a finalíssima dos quizzes que opõem os 20 melhores classificados do 3.º Ciclo e os 20 melhores do Ensino Secundário.
A grande final vai decorrer num programa de televisão, transmitido na RTP2, na primeira semana de Julho, sendo que os vencedores de cada uma das três categorias ganham uma viagem à Alemanha, para conhecer os laboratórios da Bayer.
O "IQMM" é um projecto educativo da Bayer, que conta com o apoio institucional do Ministério da Educação e da Comissão Nacional da Unesco, e está na terceira edição.

 
 
 
link: http://www.correioalentejo.com/index.php?diaria=2125
publicado por castromaisverde às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Mulheres Marafadas.....

Republico aqui este post de Setembro de 2007.

Estive hoje com o meu amigo colega da Messejana que me recordou a conversa que deu origem a este texto.....

 

"Olá a todos,

Hoje não posso deixar de relatar aqui neste nosso blog uma conversa muito interessante que desfrutei com um colega de trabalho natural de um concelho vizinho.

 

Depois de um frenético bom dia, o meu colega em vez de falar do José Mourinho como era esperado, começa com a sua prelecção " Mulheres marafadas as da tua terra!" , fiquei preocupado com a conversa, sendo eu casado com uma castrense convicta embora natural de outro concelho, será que após tantos anos iria descobrir algo de radicalmente novo sobres as mulheres do nosso concelho.

 

O meu companheiro de jorna lá começou a defender o seu mote, começa por relatar que á uns dias esteve numa reunião com a directora de grande organização e descobriu que a senhora era oriunda de Castro Verde,  continuou o seu raciocino, que de castro era oriunda também uma brilhante jovem investigadora e que uma das  miúdas que teve 20 no exame de matemática também era da nossa vila.

 

Olhando para o panorama local, continuava ele todo entusiasmado, na farmácia quem manda é uma mulher, na agencia de viagens e mais não sei quantos negócios quem manda, mulheres, na protecção da natureza também existem um conjunto  de grandes mulheres que dedicam o seu tempo à investigação e  à causa ambiental, na radio temos mulheres com dinâmica , na escola boas professoras, no grupo de teatro encontramos sábias mulheres, nos serviços de  saúde encontramos mulheres dedicadas.

 

Quando olhamos para a politica local, encontramos um vasto grupo de dinâmicas  mulheres com muita experiencia e com grande formação técnica em diversas áreas .

 

Nas letras, nas artes, na cultura, nos mais diversos organismos de Castro Verde encontramos grandes mulheres a darem o seu tempo à causa social.

 

Na sua teoria deverá existir algo, na agua ou no ar que dá esta dimensão ás mulheres do nosso concelho. 

 

Pela sua teoria muito em breve vamos ter um elenco municipal, liderado por uma mulher ou quem sabe até um elenco exclusivamente composto por mulheres independentes, eleitas com apoio popular.

 

Francamente não sei se esta teoria partiu somente da imaginação do meu colega, mas confesso que a ideia me agrada.

 

Castro Verde sempre foi caracterizado como uma terra de grande pluralidade e abertura, logo faz todo o sentido no campo teórico , que no dia em que um grande homem passe do campo para a bancada, surja uma mulher encabeçando um grupo de mulheres apoiadas por um amplo consenso popular ou partidário para continuar o desenvolvimento da nossa terra.

 

Quem sabe o que o futuro nos reserva, mas seguramente seria uma boa noticia para abertura de telejornal nacional.

 

O futuro a deus pertence e não me cabe a mim vaticina-lo, apenas apelar à força e à energia positiva das mulheres de Castro Verde....

Força mulheres marafadas ..............."  

publicado por castromaisverde às 00:21
link do post | comentar | ver comentários (44) | favorito
|
Sábado, 14 de Junho de 2008

Desenvolvimento e Sustentabilidade

Desenvolvimento e Sustentabilidade

 

Como é curioso estar num pais dos mais industrializados á escala mundial e encontrar a cidade considerada a mais sustentável á escala planetária.

 

Dai se tira uma conclusão a industrialização e o desenvolvimento dito moderno aliado a uma estratégia baseada na aplicação do principio da sustentabilidade é possível e funciona.

 

Que belo relato faria desta terra o meu amigo Jones, os olhos de um apaixonado pela tranquilidade da vida no campo, que se inspira em coisas marcantes da terra como o famoso poço de entradas, esse monumento classificável, seguramente conseguiriam relatar os contraste de industrialização com a tranquilidade de escolhas que respeitam o ambiente e a conservação da energia que os meus com formação técnica não conseguem.

 

Só vos digo que se iniciou nesta terra um movimento de redução dos consumos energéticos e da utilização racional da energia integrando o máximo de produção com o recurso a energias renováveis após a tentativa de um governo instalar nesta região uma central nuclear (segundo se consta).

 

Passados trinta anos a central nuclear não existe, a expansão e a industrialização avançaram a investigação em novas tecnologias está mais que visível, a população fala orgulhosamente da sua motivação na combinação das energias renováveis com a reutilização de produtos e a marca de sustentabilidade desta terra é produto turístico.

 

O desenvolvimento, orientado com uma politica de respeito pelos recursos disponíveis entendendo que tem que ser partilhados e reutilizados pode fazer a diferença e funcionar como exemplo em qualquer parte do Globo. Logo concluo que desenvolvimento e sustentabilidade andam de braço dado sendo que para esta combinação resulte apenas é necessário que a consciência colectiva funcione e que cada um no momento de tomar as suas decisões pense e respeite os outros.

 

Manuel Mestre

 

publicado por castromaisverde às 00:14
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

QREN: Autarca de Castro Verde eleito para representar municípios

QREN: Autarca de Castro Verde eleito para representar municípios em órgão gestor dos fundos comunitários Évora, 12 Jun (Lusa)

 

O presidente da Câmara de Castro Verde, Fernando Sousa Caeiros, foi hoje eleito representante dos municípios no órgão que gere os fundos do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) no Alentejo e na Lezíria, revelaram fontes autárquicas.

 

Contactadas pela Lusa, as mesmas fontes adiantaram que a reunião, realizada hoje à tarde em Évora, contou com a presença de representantes de 56 dos 58 municípios do Alentejo e da Lezíria ribatejana abrangidos pelo Programa Operacional do Alentejo (POA).

 

Os municípios da Golegã e de Ponte de Sor não enviaram qualquer representante para a reunião, que se destinou a escolher o novo representante dos municípios no órgão gestor dos fundos comunitários, devido à saída do autarca de Rio Maior, Silvino Sequeira. O presidente da Câmara Municipal de Castro Verde (distrito de Beja), independente eleito nas listas da CDU, vai ser o vogal executivo dos municípios na comissão directiva do QREN, tendo granjeado o voto de 31 câmaras.

 

Quanto a Jorge Martins (PS), presidente da câmara de Gavião (Portalegre) e igualmente presidente da Associação de Municípios do Norte Alentejano, recebeu 25 votos. Fernando Sousa Caeiros lidera o executivo camarário de Castro Verde desde 12 de Dezembro de 1976, quando, com apenas 22 anos, foi eleito nas primeiras eleições autárquicas depois da Revolução dos Cravos de 25 Abril de 1974.

 

O autarca adiantou hoje à Lusa que, devido às novas funções, vai suspender aquele que é o seu nono mandato, sendo substituído na liderança da autarquia pelo vice-presidente, Francisco Duarte. "Quando entrar em funções, suspendo o mandato", afirmou, escusando-se a precisar dentro de quanto tempo tal acontecerá. Primeiro, frisou, "o ministro do Ambiente [Francisco Nunes Correia] ainda tem que aceitar a exoneração de Silvino Sequeira, que está pendente". "Depois, é que virá a minha nomeação, que tem quer ser publicada em Diário da República", disse, garantindo que, "durante o Verão", a situação terá "consequências práticas".

 

Fernando Sousa Caeiros mostrou-se satisfeito pelo "novo desafio", ironizando que, numa altura em que "estava para ir para a reforma", preferiu antes aceitar este "cargo com responsabilidades acrescidas". "Não é fácil, mas é um desafio grande. Há diversas sensibilidades envolvidas e quero ser o representante de todos os municípios", referiu, prometendo trabalhar para "compatibilizar as perspectivas das administrações local e central, relativamente à aplicação do QREN". A comissão directiva do QREN no Alentejo e Lezíria é encabeçada, por inerência do cargo, pela presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), Maria Leal Monteiro. O órgão integra também dois vogais executivos (João Cordovil, indicado pelo Governo, e Fernando Sousa Caeiros, pelos municípios) e outros dois vogais não executivos (António Serrano, indicado pelo Governo, e Alfredo Barroso, escolhido pelos municípios). O anterior vogal executivo que representava os 58 municípios, Silvino Sequeira, presidente da Câmara de Rio Maior (PS), decidiu abandonar o cargo cerca de oito meses depois da sua entrada em funções, tendo regressado à autarquia. Silvino Sequeira invocou, em declarações à Lusa, razões "estritamente pessoais", as quais "não devem ser postas em causa", para abandonar o cargo. "Tenho razões que me impediam de desempenhar cabalmente" as funções", afirmou. Fonte socialista admitiu à Lusa algum mal-estar com a situação, tendo também o deputado social-democrata eleito pelo distrito de Santarém, Miguel Relvas, criticado a saída do autarca. RRL/MLL. Lusa/Fim

 

 

Link: http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=350514&visual=26&tema=1 

 

Aqui desde o centro da Europa onde me encontro neste momento, ficam as minhas felicitações pela eleição para este cargo de elevada responsabilidade.

 

Mais uma vez o partido Comunista consegiu estar associado a uma eleição com um indepenedente uma para um lugar de elevada visibilidade e notariedade.

 

Com o espirito de equidade que mais de 30 anos de trabalho lhe reconhecem  esperamos um mandato tranquilo apostado no desenvolvimento sustentado de toda uma região.

publicado por castromaisverde às 22:56
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

CCDR Algarve recebe seminário sobre clima e desertificação

Aqui está um seminário seguramente muito interessante

 

CCDR Algarve recebe seminário sobre clima e desertificação

 
Foto
Filipe Antunes Ver Fotos »
Alterações climáticas
 

O seminário «Alterações Climáticas e Desertificação» terá lugar no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, no dia 17 de Junho.

O seminário tem início às 14h30, estando agendada a sessão de abertura, com comunicação de João Faria, presidente da CCDR do Algarve, para as 15 horas.

«Alterações Climáticas: Enquadramento Geral e Cenários para o Algarve» será apresentado por Cristina Veiga Pires, da Universidade do Algarve, às 15h15, seguindo-se, às 16 horas, «Castro Verde: Um exemplo de combate à desertificação», de Eugénio Menezes Sequeira, da Liga para a Protecção da Natureza.

Às 16h30, inicia-se um debate e, às 17 horas, Catarina Cruz, da Europe Direct do Algarve, fala sobre «Combate à desertificação: A experiência do Algarve».

No final, às 17h15, Paula Vaz, da CCDR do Algarve, fará o lançamento da brochura «Indicadores de Desertificação no Algarve – Área Piloto de Combate à Desertificação», estando marcada para as 17h30 o encerramento do seminário.

 

link: http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=24637

publicado por castromaisverde às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 8 de Junho de 2008

Qualquer dia...

Olá bom dia a todos,

 

Finalmente chegou o sol,

Como é bom ficar ao sol de barriga para o ar,

Sim, de barriga para o ar, ao sol

De barriga para o ar só para os outros atazanar,

 

Viver á conta do estado,

Reforma ou do subsidio,

Não importa alguém á de pagar,

E lá estarei para os massacrar,

 

Agora que tenho tempo,

Alguma hei-de inventar

Tenho que suspeitar de algum elemento

Senão como é que os vou chatear,

 

Azar daqueles que tem que contribuir

Aqueles que pagam impostos para trabalhar

E que não tem gasóleo agrícola para sorrir

A esses vou ridicularizar

 

Coitados dos cremezinhos

Que nem ao sol se podem deitar

Coitados dos pobres bichinhos

Com esses também hei-de ralhar

 

Os amigos ex militares

Também tem um blog para comentar

Comentários aos milhares

A esses não vou atazanar

 

Sobre os grandes projectos tenho sempre opinião

Não sei se a vou expressar

Talvez quando voltar D. Sebastião

Até lá de todos tenho que suspeitar

 

Quero denunciar que o ar que ando respirar

Anda impróprio para consumo, já não cheira a mel

Mas eu gosto de o respirar

Traz veneno e fel

 

A declarações tenho que verificar

Os papeis consultar

Porque na assembleia tenho que comunicar

Que afinal ninguém se andava a aproveitar

 

Que azar lá andei a suspeitar

De quem um dia um erro cometeu

Provavelmente sem pensar

Escreveu o nome dele ao lado do meu

 

 

Divirtam-se tenham um belo domingo de sol de barriga para o ar.

publicado por castromaisverde às 11:27
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds