Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

O Abutre

Olá para os que se lembram de ver abutres em Castro Verde, aqui vai um texto técnico  retirado do site  http://bicharada.net para recordar uma espécie em vias de extinção, que se alimenta das carcaças dos outros amimais.

 

Algumas considerações sobre Abutre Preto

 

Distribuição

Estas aves podem ser encontradas no Sul da Europa, no Médio Oriente e na Ásia.

Esta espécie de abutre já raramente é avistado nos céus de Portugal. A espécie está verdadeiramente ameaçada de extinção, pelo que tem sido desenvolvido um enorme esforço pela sua sobrevivência, sendo constantemente monitorizados os exemplares referenciados.

 

Para ver uma destas aves em liberdade, terá de viajar até um dos locais onde ainda pode ser observado e ter muita paciência... Os locais onde o poderá encontrar são as zonas em volta dos Parques Naturais do Douro Internacional PNDI ) e do Tejo Internacional, e da Serra da Malcata.

 

Neste último local, bem como na zona da Serra de São Mamede, no Alto Alentejo, foram feitos ninhos desta espécie em 2004, o que não acontecia desde meados dos anos 90.

 

Alimentação

Estas aves alimentam-se de animais que encontram mortos, são necrófagas. Para que seja possível observar esta espécie durante muito tempo, em território português, é frequente serem deixadas carcaças de animais em locais previamente seleccionados para sua alimentação. Assim as aves necrófagas podem ter alimento de qualidade disponível sem riscos acrescidos para a sua saúde. Um dos factores que tem levado ao declínio da espécie em Portugal, tem sido o facto de estas aves se alimentarem de animais mortos por envenenamento, pois acabam também por morrer envenenados.

 

Reprodução

Estas aves fazem os ninhos nas fendas das rochas escarpadas e inacessíveis. A postura é normalmente composta por dois ovos, que terão uma incubação de 42 dias.

 

Para mais informações e visualização de fotos visitem http://bicharada.net

 

publicado por castromaisverde às 07:05
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De avec le temps a 26 de Setembro de 2007 às 08:59
uma bela peça sobre um belo animal:
o abutre. O abutre, como bem recordam, é necrófago. Mas giro giro é ver que muitos ditos Seres Humanos seguem os seus passos e também se alimentam de carcaças. é só ve-los ter uma opurtunidade e nao é que aparecem logo, em vários bandos, de varios tipos, prontos a comer o defunto. No entanto é sempre preciso cuidado nao vá o respasto estar envenenado e os abutres se vejam transformados em aves canoras.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds