Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Castro Verde: Complexo turismo de 600 M€ pode arrancar até 2010

 
Noticia Vidaimobiliaria de 12-05-2008
 
Para todos os apreciadores da transparencia e do rigor aqui fica o endereço onde se encontra publicada a noticia.
 
 
 
"Castro Verde: Complexo turismo de 600 M€ pode arrancar até 2010
A construção do complexo turístico da Cavandela, em Castro Verde, poderá arrancar até 2010, num investimento de 600 milhões de euros, que prevê duas unidades hoteleiras, nove aldeamentos turísticos, um campo de golfe e um parque empresarial. A proposta final de Plano de Pormenor do projecto, promovido pela Cavandela - Sociedade Imobiliária, do grupo internacional de investimentos imobiliários E3 Property. O empreendimento turístico e o parque empresarial vão nascer num terreno de 606 hectares, que abrange as herdades da Cavandela e da Ameixieira, na freguesia de Castro Verde.
Apesar da proximidade da Zona de Protecção Especial de Castro Verde, o terreno «não intercepta nenhuma área incluída na Rede Nacional de Áreas Protegidas nem na Rede Natura 2000», frisou Fernando Caeiros presidente do município local. A oferta hoteleira do empreendimento passa pela construção de um hotel tradicional, que receberá a atribuição de cinco estrelas com 360 camas e um aparthotel de quatro estrelas com 200 camas e destinado a turistas seniores que pretendam estadias prolongadas. A componente turístico-residencial inclui nove aldeamentos com 600 apartamentos, 700 casas em banda, 150 casas unifamiliares individuais e 110 casas unifamiliares geminadas. O complexo turístico da Cavandela terá também um campo de golfe com 36 buracos, além de outros equipamentos desportivos, como um complexo polidesportivo, um clube de ténis, um complexo de piscinas e circuitos de manutenção. Inúmeros espaços verdes, charcas, uma clínica de saúde, um templo de culto ecuménico, uma zona comercial e equipamentos culturais, como um centro de espectáculos ao ar livre e um centro de artes, são outras das infra-estruturas previstas. O projecto prevê ainda a construção de um parque empresarial numa área de 38 hectares e com 42 lotes para instalar actividades de indústrias ligeiras e complementares às necessidades ambientais do empreendimento, como empresas ligadas às tecnologias ambientais e agro-alimentares. O promotor estima que o empreendimento turístico poderá gerar cerca de 2.250 novos postos de trabalho, 500 dos quais associados à oferta hoteleira, 750 indirectos e outros mil induzidos, referiu Fernando Caeiros, frisando que estes números poderão aumentar com a implementação do parque empresarial. O empreendimento poderá contribuir para aumentar a população residente permanente em Castro Verde na ordem das 3.750 a 4.000 pessoas, enquanto que a população temporária está estimada em 80 a 90 mil pessoas por ano (15 a 20 mil hóspedes na hotelaria e 65 a 70 mil nos aldeamentos). "
 
 
publicado por castromaisverde às 15:02
link do post | comentar | favorito
|
23 comentários:
De Manuel Antonio Domingos a 14 de Maio de 2008 às 16:10
Tenham respeito pela pessoas e expliquem o que se passou, porque testemunhas há bastantes sobre o conteúdo da notícia e alguns até são funcionários da autarquia, de onde eu soube da notícia em primeira mão. A paciência tem limites perceberam?
Indignem-se, e procurem junto da Vida Imobiliária, quem foram os autores de tal notícia.
A minha qualidade de assinante hà quase 20 anos do Boletim do Contribuinte, que é do mesmo grupo da VIDA IMOBILIÁRIA, será suficiente para procurar saber a verdade, se isso for necessário. Espero que tenham a dignidade de saber o que se passou e que expliquem ao povo.


De castromaisverde a 14 de Maio de 2008 às 17:08
Caro companheiro apure a verdade e publique o que realmente se passou. Nem será de lhe esperar outra coisa.

Mais uma vez decidiu lançar confusão antes de averiguar. É o costume !!!!

Moral da história mais do mesmo!

Antigamente eras mais profissional estás a ficar demasiadamente amador!


De feira de castro a 14 de Maio de 2008 às 17:30
Afinal vens falar de transparência e rigor e publicas exactamente aquilo com que apagaram a notícia truncada que lá estava ontem.

tem mas é um bocado de nível, que nãote faz mal nenhum.

Afinal quem tem palas és tu que não consegues ver o que se passou.

Lá que o homem não seja promotor da Cavandela, tudo bem. Mas que substituiram a notícia, substituiram.

Já cheira mal tanta sabujice.


De castromaisverde a 14 de Maio de 2008 às 19:00

Provavelmente quem não quer ver o que aconteceu és tu.

Também é normal, lá tiveste que recolher algum do teu veneno.

Contacta a revista que eles seguramente terão todo o prazer em te esclarecer.

Acaba lá com os insultos e coloca um pedaço de nível nos comentários .

Uma pessoa com a tua responsabilidade e com a tua formação por vezes até parece que fez escola na feira!
Não é o caso és bem formado! Certo !





De feira de castro a 17 de Maio de 2008 às 15:31
Não há maior cego que aqule que não quer ver

Se reparares bem, enviei de imediato um mail ao gestor da Vidaimobiliária para pedir esclarecimento e para protestar com a forma como resolveram a coisa.

Está no meu blog o mail qu enviei.

Claro que até à data não obtive resposta.

Agora que houve pressões para retirarem a notícia, da forma foi retirada, estou convencido que houve.


De castromaisverde a 17 de Maio de 2008 às 16:36
Para um jurista como tu e para uma pessoa com a tua experiencia, não compreendo a tua atitude perante a noticia publica.

Já visitei o teu novo Blog espero que o dignifiques mais que o anterior.


De feira de castro a 18 de Maio de 2008 às 11:57
Bom dia

Agora com tempo.

O que é que alguém que dá com uma notícia daquele teor, sem que antes tenha sido, sequer, alvitrada qualquer coisa no sentido que aquela tinha, poderia pensar.

È que há muitas leituras possíveis, algumas delas nem culpabilizam o Município ou os eleitos.

portanto, não tem nada a ver com experiência nem com profissões.

Quanto ao resto, nem sequer me dou ao trabalho de comentar.


De Manuel Antonio Domingos a 14 de Maio de 2008 às 18:41
Ainda não percebeste que deves respeitar as pessoas. Percebe que Castro Verde é um meio pequeno e não é propício a faltas de respeito continuadas/má educação / provocações.
Achas que a Vida Imobiliária é um gloguesito qualquer?
Tanto quanto me é dado aperceber quem tu és, parece-me que não estou na presença de um inimputável, pois não ?


De Manuel Antonio Domingos a 16 de Maio de 2008 às 14:27
Para que não digas, que não estou estou a ser útil ao nosso futuro colectivo, aí vai a seguinte informação:
Cópia do texto enviado ao FDC e ao SAGHER:
FDC vou-lhe dar umas dicas para comentar, juntando aqui a cópia da informação dirigida ao SAGHER, e ao mesmo tempo ser um pouco mais claro, com o que pretendo que seja percebido por toda a gente de boa fé.
As contradições a que faço referência em relação ao que o senhor presidente da C.M. de Castro Verde disse aos órgãos de comunicação social abaixo referidos, tem neste caso a ver, com os prazos de implementação do hipotético projecto. Falou o homem de 12,15,20, anos e agora falam em 16 divididos em quatro fases. Faça a tradução do que está escrito em inglês desde hà meses no site da E3 PROPERTY, e que continua lá ainda hoje, e diga-me como é que se pode acreditar numa coisa destas.
Vamos lá a ver se agora fazem, como fizeram com o site da VIDAIMOBILIÀRIA, e amanhã já lá não está esta informação no site oficial ( penso eu ) da E3 PROPERTY.
Sabia que foi comunicado pela boca do senhor president da C.M. na apresentação pública do dia 10 /05/2005, o resultado já tratado de 200 questionários feitos à população, dos entretanto 1200 já recolhidos nessa altura. O tratamento incidiu só sobre a pergunta da Cavandela, e o resultado comunicado, foi o de que todos responderam que era um projecto importante para o concelho. Já viu a conclusão a que chegaram, e qual o objectivo único e exclusivo de lançar o questionário nesta altura, pago com dinheiros públicos ?

Cópia:
Sagher, aconselho-te a ir ao site da E3 Property e verifica a informação que lá está em relação ao projecto da Cavandela;
Infrastrutures will start in 2007 with the golf course and hotels opening in 2008. The project is planned for completion in 2013.
Depois do que por aí andou a dizer o senhor presidente da Câmara, em entrevistas ao Diário do Alentejo, Alentejo popular, no Suplemento do Campaniço, á Lusa e na apresentação do dia 10/05/2008, achas que o meu não acreditar no projecto se deve a teorias da conspiração ou ódio pessoal?
Não será antes, a este tipo de informação que é disponibilizada hà longos meses no site da E3 Property e que é completamente contraditória com a conversa do sr presidente e cia ?
Eu até começo a estar convencido que os homens perderam a pass word do site e agora não conseguem lá entrar para mudar a prosa.
O exemplo que te estou a dar é apenas a ponta do iceberg em termos de informações contraditórias e nada credíveis.
Espero que fiques um pouco mais esclarecido.
Adeus , boa noite.
CASTROMAISVERDE;
P. S. ( Não confundas este P.S. )
Penso que dominas bem o inglês, mas se eventualmente não dominares, tenho a certeza que não precisas de pagar a um tradutor com conhecimentos em investimentos imobiliários...
Agradeço que me respondas com dignidade e com o nível que é exigido a pessoas com a tua formação O.K?


De Manuel Antonio Domingos a 17 de Maio de 2008 às 10:02
Penso que estás a preparar uma resposta bem fundamentada, e respeituosa, compatível com a dignidade que os homens se devem tratar uns aos outros.
Não te embaçaste só com isso, pois não?
Recebeste uma ordem da voz de comando para te calares?
Cada vez gosto mais dos meus dois labradores cremes e limpinhos!


De castromaisverde a 17 de Maio de 2008 às 10:47
Os teus comentários revelam a tua natureza!
Continua a passar o teu tempo com d. Quixote com o teu fiel escudeiro e os teus branquinho.
Um pedacinho de dignidade de facto já te fazia falta.

O projecto da Cavandela é uma realidade e vai dentro de uns anos marcar a diferença.

Francamente desceste muito na consideração que tinha da tua pessoa.

Tens sido uma desilusão.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Os teus comentários revelam a tua natureza! <BR>Continua a passar o teu tempo com d. Quixote com o teu fiel escudeiro e os teus branquinho. <BR>Um pedacinho de dignidade de facto já te fazia falta. <BR><BR>O projecto da Cavandela é uma realidade e vai dentro de uns anos marcar a diferença. <BR><BR>Francamente desceste muito na consideração que tinha da tua pessoa. <BR><BR>Tens sido uma desilusão. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Reflete</A> sobre a tua conduta e usa a tua energia em prol da comunidade e não contra ela. <BR>Pensa em empreendorismo social, ocupa o tempo com algo útil . <BR><BR>Palavras, como comando habituaste-te a recebe-las dos teus novos amigos! <BR>Talvez já seja tempo de dares um banho nos cremezinhos. <BR><BR>Tem um bom fim de semana!


De Manuel Antonio Domingos a 17 de Maio de 2008 às 14:10
Responde a coisas concretas. Deixa de lado, uma vez por todos o teu apoio a simulacros de democracia e de transparência. Pensa pela tua cabeça !
Diz obrigado, por te abrir os olhos para tanta contradição e manipulação.
Com manobras destas o nosso concelho não vai longe. Queres ou não perceber?
Dignidade ?
Descer baixo?
Como diria o Sarkozy, pauvre con !






































De castromaisverde a 17 de Maio de 2008 às 16:28
Andas completamente desesperado.
J á escovaste o cremezinho.

Queres um sugestão, vai ao medico, andas doente!

É por causa de pessoas como tu que eu penso que é uma injustiça o que eu pago de impostos.

Paira uma grande nuvem negra sobre a tua cabeça já á quantos anos?

Com os melhores cumprimentos.
Manuel Mestre


De Manuel Antonio Domingos a 17 de Maio de 2008 às 18:43
Já percebi que não mereces ser tratado com dignidade.
Descansa que não vou entrar no teu jogo.
Não te esqueças que estamos em Maio de 2008!


De castromaisverde a 17 de Maio de 2008 às 22:06
Maio mês do coração!


De Manuel Antonio Domingos a 17 de Maio de 2008 às 22:54
E também das trovoadas e da Santa Bárbara.


De Manuel Antonio Domingos a 18 de Maio de 2008 às 10:18
Manuel Mestre era uma figura respeitada em Castro Verde e que morreu em circunstâncias que consternaram o povo deste concelho e não só, porque era muito conhecido.
Só esse facto merecia que tal nome não fosse por aí usado de qualquer maneira.
Reflete neste parágrafo do texto que postaste acima;
"A avaliação da "performance" dos gestores será tanto melhor quanto maior for a sua contribuição para o desenvolvimento sustentável, quer na sua componente ambiental, quer na da transparência de atitudes e procedimentos "
Em relação aos impostos que pagas, lembro-te que a nossa Câmara Municipal ao introduzir condicionantes do uso do solo no Plano Director Municipal, deu um contributo muito positivo para que as nossas características ambientais fossem preservadas. Lembro-te que o nosso presidente sempre tem dito que os agricultores deste concelho devem merecer uma atenção especial por parte dos poderes públicos, de forma a poderem subsistir numa zona onde foram impedidos de aceder a outras ajudas, como por exemplo para a florestação, e onde nunca a água de Alqueva chegará, nem a possibilidade de termos uma Agricultura competitiva no mercado global. Como deves perfeitamente saber a dimensão da minha exploração, no conjunto das explorações do Campo Branco está contida nas que menor volume de apoios recebe. Logo não te esqueças da mensagem que estás a dirigir à grande maioria dos agricultores deste concelho, que pelo menos no discurso oficial sempre têm tido o apoio do seu presidente da Câmara . Estou convencido que esse teu desabafo, te fez levar um merecido puxão ( puchão ) de orelhas
Se estiveres dísponível para dar a cara, terei todo o gosto em te falar da minha vida pessoal, sem quaisquer limitações.
Respeitosos cumprimentos.



De sagher a 19 de Maio de 2008 às 18:48
e aqui finalmente encontrei os tão desejados clones do Arnaldo Matos: educadores da classe operária, pena é que a linguagem utilizada não dignifique aqueles a quem desejam educar. é triste ver o resvalar da discussão para um tipo de linguagem que, sinceramente, deixa muito a desejar e revela muito sobre quem a utiliza


De castromaisverde a 19 de Maio de 2008 às 19:37
Olá boa tarde estou inteiramente de acordo!


De feira de castro a 19 de Maio de 2008 às 21:54
Vá lá que te reconheces.


De Avederapina a 19 de Maio de 2008 às 23:38
Ó Manel tens um bom bocado de paciência para aturar estes cromos que não fazem mais nada que é azucrinar a cabeça a quem trabalha.

Se eu vivesse á conta do erário publico ocuparia seguramente melhor o meu tempo!



De castromaisverde a 19 de Maio de 2008 às 23:41
Obrigado pelo comentário, apareça sempre!


De Manuel Antonio Domingos a 20 de Maio de 2008 às 08:45
Castromaisverde parece que não percebeste!
Realmente cada vez se confirma mais; que cada um acredita naquilo que mais lhe convém!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds