Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

Até amanhã camarada

Até amanhã camarada, esta é provavelmente uma forma simpática de nos despedirmos de um homem que desde os 22 anos é um presidente 24.

 

Seguramente ao longo destes 30 anos muitas coisas podiam ter sido diferentes mas é indiscutível que, o que Castro Verde é hoje, e que nós apreciamos, se deve ao trabalho e dedicação de Fernando Caeiros.

 

Como em politica as verdades de hoje muitas vezes não o são amanhã, tanto é provável que suspenda o mandato  e que dentro de uns meses esteja de volta á Câmara como é possível que dentro de dias termine o seu caminho como autarca.

 

Para muitos seguramente esta saída é vista como o sair a meio de um mandato para o qual lhe depositaram o seu voto, para alguns seguramente trata-se de um alivio.

 

O cargo que se segue é de extrema importância para uma grande região do pais, para além de o desafio ser grande, a expectativa de quem o elegeu é seguramente também muito elevada.

 

Para um comum cidadão minimamente interessado na vida politica não se compreende a forma displicente de como o PS geriu a situação tendo como certa uma derrota, não se entende porque se forçou uma candidatura derrotada á nascença mostrando um bipolaridade e desunião  ao nível autárquico na região.

 

Neste como em outros actos em que uma decisão por um órgão eleitoral, fica muito mal aos sr. presidentes de câmara não participarem com desculpas menores ou fazerem-se representar por vereadores, é de um cinismo politico assustador ou é revelador de uma disciplina politica que os silencia tornando-os meros fantoches políticos.

 

Como amanhã é outro dia e quem vai virar a pagina é o Duarte, espera-se que continue a desenvolver  sustentadamente Castro Verde e que lhe seja dada a oportunidade de o deixar trabalhar. De entre as GOP, muito ainda está por fazer em 2008 logo o desafio vai ser muito grande. 

 

Manuel Mestre

 

 

 

 

publicado por castromaisverde às 23:55
link do post | comentar | favorito
|
51 comentários:
De sagher a 21 de Junho de 2008 às 09:57
Durante algum tempo naveguei na barca de FSC embora apenas como aprendiz de marinheiro. Era tempo deste experiente marinheiro navegar em outras águas. Desde já os meus parabéns, mas nao deixo de pensar que o seu abandono vai provocar um motim na nau que agora deixa.


De Anonimo a 21 de Junho de 2008 às 15:05
Penso, e tenho quase a certeza, não vai haver motim nenhum, o FSC, fica a viver em Castro não fica? ele é um Homem intelegente, sabe o que faz, e se as coisas não forem ao encontro daquilo que é a sua maneira de estar, penso que não vem mal nenhum ao mundo.Se volta para a Câmara? ´só a ele compete decidir, a ele e ao partido, não vejo a razão para tanto alarido, ele merece, mais que qualquer outro politico o lugar para que foi agora eleito.Parabéns e um bem haja, e seja sempre assim.


De Manuel Antonio Domingos a 21 de Junho de 2008 às 16:46
Caeiros nunca soube e nunca quis praticar a arte de saber tornar-se inútil. Eu explico o que é a arte de saber tornar-se inútil;
Consiste em preparar alternativas, para que a presença de uma determinada pessoa, não seja imprescíndível, para que uma determinada actividade ou função, prossiga normalmente na sua ausência, e que não se chegue a notar a falta da sua presença.
Aqui funcionou o ditado popular;
Cada um passou, onde se encostou. O Caeiros encostou-se ao cargo de presidente de Câmara, e disso fez a sua profissão.
A nossa ausência de massa crítica é tão grande, que fácilmente passa a mensagem de que sem determinada pessoa, nós seriamos muito menos do que aquilo que somos. Pura ilusão a deste pobre povo ignorante, que alimenta esta forma de ver a nossa vida colectiva!
Porque será que não se questiona, que tendo o poder sido exercido por outras pessoas, e dispondo -se do mesmo volume de recursos, poderiamos ter elegido outras prioridades, e hoje termos um concelho ainda melhor?
Leiam o anuário financeiro dos munícipios portugueses em relação ao ano de 2006, e constatem a pura e vergonhosa realidade, de como é que um povo é gerido por tantos patos bravos, e ainda por cima os venera.
Modéstia à parte, considero-me no lote dos que têm uma visão, que se encontra ainda num patamar, que não é por momento comprendida pela maioria dos que vão alimentando os tais patos bravos.
Ver que uma pessoa não dispõe de património pessoal, passados tantos anos de exercicío do poder, só pelo ângulo, de que significa que nunca se deixou corromper, pode ser muito redutora, da forma como se analisa a capacidade de gerir os seus recursos pessoais dísponíveis, que foram largamente superiores aos da grande maioria dos seus eleitores, e daí extrapolar para a gestão dos recursos que são de todos nós.
Façam a leitura que quiserem, desde que não deturpem aquilo que eu verdadeiramente estou a transmitir. Por favor, prestem-me essa homenagem OK?


De anonimo 2 a 26 de Junho de 2008 às 09:13
O que queres sabemos nós, mas tenta arranja um partido que te apoie ou candida te como independente e depois logo veremos qual o resultado, mas em caso de humilhação faz um favor ao povo, ( Pede para cagar e sai )


De João Nuno Sequeira a 26 de Junho de 2008 às 10:08
Convenhamos que este comentário é de muito mau gosto.

Onde está o moderador a apelar ao respeito pelas regras de convivência?

Estará a arrumar os papeis?


De anonimo 2 a 26 de Junho de 2008 às 10:59
Caro Joao
nada tenho contra o amigo, mas este individuo que se autotitula como o salvador castrense , nao so merece este tipo de comentário como tambem meria sabao na boca
ate mais camarada


De castromaisverde a 26 de Junho de 2008 às 23:14
Não se stress a liberdade de expressão foi uma conquista de 1974.
Alguns largam os foguetes outros apanham as canas, não se esqueças!


De castromaisverde a 26 de Junho de 2008 às 23:12
Como não tenho pais ricos,
Como não parasito á conta do estado,
Tenho estado a trabalhar.

Gostei da boca dos papeis, uma vez que aos papeis andas tu e á muito tempo!


De João Nuno Sequeira a 27 de Junho de 2008 às 12:44
Está-me a chamar parasita?

Sabe que isso configura crime de injúria, e como é propagado por meios de divulagação de acesso público, se trata de difamação?

Gostava. novamente, que tivesse coragem de me dizer isso na cara, mas já desisti, face à sua demonstrada cobardia.

Ou então prova o que afirmas.

Ando com papeis sim senhor, a trabalhar, algo diferente dos passeios por Portugal que alegadamente fazes.


De castromaisverde a 26 de Junho de 2008 às 23:09
Haja a contenção necessária ás regras da boa convivência e respeito mútuo!

Caro anónimo 2 agradeço a sua participação mas são dispensáveis insultos entre ().


De João Nuno Sequeira a 27 de Junho de 2008 às 12:45
Mas já são peitidos insultos, mesmo sem(), desde que venham do autor do blog.

Ainda tens coragem em falar em contenção?

Vai mas é dar banho ao cão!!!


De anonimo 2 a 27 de Junho de 2008 às 17:12
caro castroverdemaisverde, não sei se o Sr tem conhecimentos em ditados, e existe outro que é
que desdenha quer comprar


De Manuel Antonio Domingos a 25 de Julho de 2008 às 06:53
Conheces este versojá com alguns anitos? Secalhar preferias que utilizasse anos?
Na altura era dirigido ao então PR;
Pró Bochechas, fecha a mão
Vai o maior cagalhão
que em toda a vida caguei
Porque até corro o risco
De cagar pra quem não sei

Só te respondo agora porque ainda não tinha reparado em tão brilhante intervenção...


De anonimo2 a 25 de Julho de 2008 às 13:12
Até vale a pena ir com um cão de caça como tu, devemos trazer uma caçada do caraças.
( mal a mal, uma praga de pulgas e carraças )
Não vez que não tens moral nenhuma pra fazer qualquer tipo de comentário, não vez que a tua conversa é sempre a mesma, não vez que tu só tens um problema e esse problema tem nome " DOR DE COTOVELO " Já toda a gente reparou que o teu problema não é o trono mas sim a pessoa FSC.
Até os filhos do HOMEM metes te ao barulho, onde solicitas te a apresentação de contas da propia pessoa e dos filhos, mas tu não contas os largos milhares de EUROS que ganhaste a fundo perdido com a agricultura.
Ve la se começas a ganhar juizo , pois já tens idade de ser AVÔ
;)
:)


De Manuel Antonio Domingos a 26 de Julho de 2008 às 01:01
`Não é fácil manter a contenção linguística com seres vivos como vc. Quem é que falou em contas dos filhos, seu hijo de... madre que te pariu. O que eu disse ,foi que não fazia sentido nenhum estar ali a misturar os filhos que já são de maior, e pelo menos um não frequenta o ensino superior, o que implica já não estar sob a tutela dos pais. Já agora acrescento eu, se a pessoa em causa quis falar das contas dos filhos, então porque não falar também da mãe, das irmãs, dos sobrinhos, dos tios etc.
Quanto aos fundos perdidos parece que é matéria que dominas bem. Não te esqueças que a minha exploração é das mais pequenas do concelho, por aí tira a conclusão, quanto estás a ofender os tais agricultores, que por vezes hipócritamente dizem estar a defender.
Porque não te metes agricultor?
Não viste as listas na Internet com os valores que cada agricultor recebeu?
Dores de cotovelo é coisa que não tenho, porque não sou invejoso, nem cobarde. É verdade que lido muito mal com a ingratidão, mas não sou rancoroso ao ponto de desejar mal aos que são ingratos para comigo. No fundo eu até te desculpo e percebo...
Não és esperto nem bruto
nem bem, nem mal educado
és simplesmente o produto
do meio em que foste criado

Sabes o que é que o nosso amigo devia ter explicado aos seus conterrâneos, sobre a sua reforma? Pois bem, deveria ter dito que optou por não pagar os descontos até perfazer os 36 anos de serviço, e também optou por continuar a receber o vencimento sem continuar a descontar, o que a lei lhe permitia. Só que não tendo descontado, não podia beneficiar como os outros que descontaram. Era simples, pedagógico e correcto. Ter-se armado em virgem ofendida beneficiando, de me impedirem de responder, conseguiu enganar o povo que o venera e respeita, mas a mim não me enganou.
Mas deixa lá amigo, que a verdade vem sempre ao de cima ,e mais rápido do que parece.
Desejo-te que não te fique doendo nada, com estas explicações que muitos não de dariam. Será pedir muito, para que modifiques a linguagem?


De Manuel Antonio Domingos a 22 de Junho de 2008 às 16:07
Na minha opinião o senhor presidente não deveria tomar posse em tão importante cargo, sem que o projecto da Cavandela fosse clarificado a 100%, desde a inexistência de pedido de informação prévia por parte da E3 property, e ou Cavandela Sociedade Imobiliária Lda, até à informação que esta mesma entidade continua a ter no seu sitio da Internet, neste preciso momento.
Como é que não há ninguém que conteste a informação, de que as infraestruturas começavam em 2007, os hotéis e golf abrem em 2008 e que o projecto está previsto ser concluído em 2013 ?
Seremos todos burros?
Estão-nos a tratar, como se o fôssemos?
É isto um pormenor sem importância?
Saberá a Dra. Maria Leal Monteiro destes pormenores da gestão autárquica do seu futuro colega executivo do POA?
Senhor presidente ou sua equipa, isto é assunto para não responder?
Responda com a mesma veemência com que respondeu,à minha pergunta sobre a sua reforma, se, se tratava de uma reforma antecipada, ou uma reforma ordinária. Podendo no segundo caso acumular reforma e vencimento, e no primeiro não.
Afinal a democracia do dinossauro é como a dos outros; forte com os fracos, e fraco com os fortes.
Como cada vez mais o povo vai dizendo; isto é tudo a mesma ...
Eu não me esqueço do termo que utilizou na apresentação pública do PP da Cavandela; " antes das eleições andámos a fazer caixinha... " Com este grande sonho acrescento eu...
Diga lá senhor presidente onde é que entrou o IMT da venda da Cavandela e Outras, que vc mentirosamente referiu aqui na sessão da Assembleia Municipal que se realizou em Entradas?
Ironia do destino, no ano da venda da Cavandela, verificou-se a mais baixa entrada de receitas provenientes de IMT dos últimos 4 anos.
Temos aqui questões concretas e bem definidas. Isto é uma das verdades que eu gostava de ver explicada senhor presidente, pseudo Manel Mestre, e companhia, mas só Lda.
Estas questões não sâo meras brincadeiras de Blogs, são coisas muito sérias que merecem uma resposta urgente.
Termino reafirmando que sem este assunto ficar esclarecido, o senhor presidente não tem condições para tomar posse em tão responsável cargo.
E as perguntas que eu fiz por escrito na Assembleia Municipal sobre esta matéria , quando é que são respondidas?
Não tratem o povo que em vós continua a confiar e a depositar esperanças, por atrasados mentais, porque tudo na vida tem limites.
E o senhor vice presidente também tem que dar a cara e já, sobre esta matéria. Ou não é sua a assinatura em documentos, que pelos vistos andaram a fazer caixinha até ás eleições de 2005?
Afinal, havia documentos assinados com a E3 Property, antes deste nome aparecer pela primeira vez no Boletim o Campaniço nº 73 de Julho de 2007, e nunca antes ter sido referido em actas, quer da Câmara Municipal, quer da Assembleia Municipal. Na minha opinião se este assunto não se esclarecer devidamente num curto espaço de tempo, outros meios deverão ser accionados para que tal aconteça.
Senhor vice presidente fico a aguardar a sua posição.
Vivemos ou não vivemos num Estado de Direito Democrátrico?
Por enquanto não peço a vossa demissão, mas o tempo urge.
Por favor respondam, não venham com divagações, de que eu devo mudar de agulha.
Porque quem precisa mudar de agulha são vcs, embate está-se mesmo a adivinhar.
A Rússia está de regresso... que grande nível...


De Mourinhaencantada a 22 de Junho de 2008 às 19:47
Este homem com h piquinininho, se tem a infelecidade de morder a lingua, morre logo.


De Manuel Antonio Domingos a 24 de Junho de 2008 às 07:07
Respondam ás questões concretas, não passem atestados de ignorância, a quem em vós confia. Um pouco mais de respeito por favor...


De castromaisverde a 22 de Junho de 2008 às 20:03
Não esperes resultados diferentes se continuas a proceder da mesma forma.

Fazes barulho, nada mais, crias manobras de distracção para oportunistas, sobre a Cavandela o que é que ainda não percebeste, já lesta a documentação? Na apresentação publica tiraste notas e nada questionas-te?
Sobre a Rússia seguramente estás futebolisticamente falando porque de resto.

O homem ainda não se sentou na cadeira já falas em demissão? Terei lido bem?
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Não esperes resultados diferentes se continuas a proceder da mesma forma. <BR><BR>Fazes barulho, nada mais, crias manobras de distracção para oportunistas, sobre a Cavandela o que é que ainda não percebeste, já lesta a documentação? Na apresentação publica tiraste notas e nada questionas-te? <BR>Sobre a Rússia seguramente estás futebolisticamente falando porque de resto. <BR><BR>O homem ainda não se sentou na cadeira já falas em demissão? Terei lido bem? <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Revoultou-te</A> o magnifico espectáculo de ontem seguramente. <BR><BR>Pensa em utilizar a energia em prol das pessoas. <BR><BR>


De Manuel Antonio Domingos a 24 de Junho de 2008 às 07:11
Leste mal. Relê, e interpreta o que lá está escrito. Se continuares a não perceber, pede-me para eu explicar melhor OK?


De Avederapina a 22 de Junho de 2008 às 20:38
O Manuel António tem um ano para preparar a sua candidatura á Câmara , penso que depois da forma dinâmica que se tem batido ninguém lhe perdoará senão encabeçar uma lista á autarquia.



De Manuel Antonio Domingos a 23 de Junho de 2008 às 23:56
Está preocupado com isso?
O Manel Alegre no outro dia interrogava, se só podia fazer críticas quem aspirasse vir a ser primeiro ministro.
Quer dizer que para o meu amigo, só se pode aplicar o seguinte:
Do teu irmão, ou bem,ou nada!
Tenha uma boa noite. O seu voto será sempre muito importante.


De aranhiço a 22 de Julho de 2008 às 16:23
Vocês devem estar com alucinações de certeza...
Que tristes dias que passam, deve ser aborrecido estar a todo o tempo na net à pala de quem? Digam?
A emitir opinião e mandar basófias, sugando o dinheiro dos contribuintes e aionda por cima sob a capa do anonimato. Oh, amigos não estará na hora da malta se começar a questionar sobre este regabofe? Olhem que vocês ficam mal deitados...
Acautelaem-se olhem que a camaradagem daqui a uns diazitos começa a ficar com o frenesim da corrida aos lugaritos e se não fiocarem contentinhos com os lugarinhos disponibilizadfos dá com a língua nos dentes, depois vamos ver quem é que morde aprópria lingua e quem é que começa a nadar em roda viva.


De RS a 23 de Junho de 2008 às 11:18
Sr. MAD:
Não percebo onde está o pecado em se ter uma página internet desactualizada? Se fosse crime, mais de metade das páginas da net fechavam. A mim tb me chateia informação desactualizada, mas temos que ser nós a crivar a informação que nos chega e verificar o que é ou não relevante ou desactualizado. Também não percebo onde está o "crime" no nome da empresa. Como deve saber hoje em dia as empresas funcionam em grupos em que cada empresa é dona de outras empresas e por aí adiante. Mas se for crime, pois que se actue.
Se tem sérias dúvidas que tanto o atormentam, faça favor de expor onde está o gato escondido, pois acho que ninguem ainda conseguiu descobrir onde está tal "problema tão grave".
Ainda sobre a informação de que o empreendimento estivesse em funcionamento em 2008 na tal página, este erro só poderá prejudicar os promotores, por terem uma previsão errada. Talvez pensassem que a burocracia portuguesa fosse mais rápida. Não consigo descobrir realmente onde estão os "crimes".


De Manuel Antonio Domingos a 24 de Junho de 2008 às 00:11
Desça à Terra, e veja que este não deveria ser um site qualquer sem importância. Um projecto de 5oo milhões, apresentado pelo senhor presidente como estruturante para o concelho, cujo anúncio feito pelo senhor presidente, realçava a entrada de capitais estrangeiros. Agora o mesmo promotor vem dizer que o financiamento está garantido pelo BPI, etc,, etc. etc.
Também serei obrigado a usar os entrolhos?
Onde é que está a candidatura a PIN?
Que cartas de conforto é são capazes de exibir em prol do emprendedor, cujo capital social é de 5.000,00 € ?
Obrigatóriamente o rosto do concelho tem sair pela porta pequena.


De João Nuno Sequeira a 23 de Junho de 2008 às 14:55
Títulos das obras são públicos, tal como a sua utilização.

No entanto, há títulos que ganham uma conotação e uma força exponencial quando deles se faz uma ligação directa ao autor, a um momento, a uma filosofia etc.

Quando o vejo a utilizar um título intrinsecamente ligado a Álvaro Cunhal, sinto um certo desconforto, por que sinto que há aqui um quê de usurpação e de despudor na sua utilização por parte de quem , costumada e repetidamente, neste espaço, desfere ataques violentos, e virulentos, ao Partido de que Cunhal foi Secretário-Geral durante décadas, e em seu nome e em nome de uma ideia lutou toda a vida e toda a vida sofreu na carne as consequências da sua opção.

Não se trata, portanto, da finalidade da sua utilização, mas sim de quem a utiliza.

E a forma como a utiliza, em género de agradecimento serôdio, a cheirar a um mofo salazarento.

E mais me espanta ainda é que ainda há bem poucos dias, quase que acusavam de criminoso quem defendesse a ida de Caeiros para o novo cargo, e quase que desejavam ardentemente o seu regresso ao fim de seis meses , quase desejando que falhasse a nova missão, agora vêm lançar loas e aleluias.

Em nome de quê?

Que não queriam que saísse, já sabemos que é para defender as benesses garantidas pela proximidade ao poder. E não estou a falar em ganhos materiais, que fique bem claro.

Que agora queiram que vá, é sinal que já surgiram garantias da manutenção do status quad , e as contrapartidas para a ida garantem um futuro mais ou menos agradável e semelhante ao passado.

É assim a política de alguns em Castro Verde.
O que se há-de fazer.
Façam é favor de respeitar Álvaro Cunhal, que, todos juntos, não têm gabarito para lhe chegar às solas dos sapatos, quanto mais aos calcanhares.


De castromaisverde a 23 de Junho de 2008 às 18:56
Olá boa tarde é a sua opinião á que respeitar no entanto não corresponde de forma nenhuma ao que penso.

Sobre Álvaro Cunhal não discuto consigo, em primeiro lugar porque acho não tem arcaboiço para esse tipo de discussão em segundo lugar na minha opinião Álvaro Cunhal não se reveria no PCP actual.

Quem lutou tanto tempo por ter opinião diferente nunca expulsaria militantes históricos por terem outra forma de ver as coisas por exemplo.

Tenha uma tarde com tranquilidade.


De João Nuno Sequeira a 23 de Junho de 2008 às 19:25
Essa do arcaboiço está boa.

Vc não nem legitimidade, nem conhecimento, nem moral, nem seja lá o que for para falar de Álavaro cunhal em nenhum sentido.

As afirmações que aqui tem trazido acreca do PCP são ofensas à sua memória e, acima de tudo à sua obra.

Mais, quem defende um grupo, como aquele que se acoitou durante todos estes anos à sombra do PCP, não tem legitimiidade para falar de PCP e de Álvaro Cunhal
Quanto ao meu arcaboiço, estou a aguardar que tenha a coragem de me dizer cara a cara porque é que não tenho.

Espero que mo diga antes de se ir embora.


De castromaisverde a 23 de Junho de 2008 às 22:23
Ofensas ao PCP só para mentes mesquinhas e perturbadas como a tua. Será que não se pode ter uma opinião.

Grupos á sombra do PCP, além de não saber de que falas parece uma anedota vinda que quem já foi Boy á conta do partido.

Essa do ir embora é engraçada, deves-me querer expulsar como fazem l á no partido.
Ainda estou sentado á espera que apareças quando se trata de discutir as coisas importantes para o concelho.
Tem uma noite tranquila.


De João Nuno Sequeira a 23 de Junho de 2008 às 22:43
Novamente enganado

Nunca fui Boy, e muito menos à conta do partido, e tu sabes bem que é assim.

Todos são livres de ter opinião, mas a forma como te referes ao Partido é ofensiva, por muita volta que lhe queiras dar.

O grupinho de que falo é aquele mesmo que se acolitou estes anos todos à volta de Caeiros, se aproveitou do Partido como quiseram e lhes apeteceu, senpre afirmaram não se identificar com ele, mas, na Festa do Avante só estão bem no Pavilhão do Comité Central.

Como certos indíviduos que dizem que estão na CDU porque calhou chamar-se CDU, porque se chamasse outra coisa, também por lá andavam.

São estes os oportunistas que se aboletrama debaixo da asa de Caeiros e do Poder que, sob a bandeira da CDU, ele conquistou ao longo destes 32 anos.



De castromaisverde a 23 de Junho de 2008 às 23:22
Da do boy não te livras, não foste eleito...

Quando falas da festa do Avante, se falares do pavilhão do Alentejo, do Algarve, de Setúbal , da Madeira ou dos Açores sei de que falas, agora do comité isso é para personalidades ilustres como o teu padrinho!


De João Nuno Sequeira a 24 de Junho de 2008 às 00:37
Olha amigo

Eu não disse que tu estavas no Pavilhão do Comité Central.

Disse-te que o grupo que defendes, e que renega toda equalquer aproximação ao PCP, na Festa do Avante não sai de lá.

Como o meu padrinho não vai à Festa do Avante, dificilmente me encontrarei lá com ele.

E duvido que contigo também.


De João Nuno Sequeira a 23 de Junho de 2008 às 22:44
Aliás, essa do "expulsar como fazem lá no partido" é prova cabal da posição que tens relativamente ao PCP


De castromaisverde a 23 de Junho de 2008 às 23:30
O PCP na sua historia recente não expulsou militantes?
Queres escamotear parte da historia ou tens umas palas nos olhos que não te deixam ver mais.


De João Nuno Sequeira a 24 de Junho de 2008 às 00:33
O PCP tem estatutos e aplica-os como entende.
Se a pena de expulsão está prevista, a verificação dos pressupostos que o justificam, e o entendem aplicar, ninguém tem nada a ver com isso.

Faz parte da doutrina leninista da organização dos Partidos Comunistas, que o PCP adopta programaticamente.

Ninguém, mas ninguém de fora do PCP tem que se pronunciar acerca disso.

O que aqui está em causa é o juízo de valor que fazem relativamente a uma medida interna de uma organização.

Nada é imposto a ninguém, inclusive a sua permanência.

Esta é a teoria que está subjacente, desde os anos 30, tendo sido expulsos, em diversas vezes, militantes e dirigentes do PCP, mesmo sob a liderança de Álvaro Cunhal, o que não denigre minimamente a sua obra.

Poderia concordar, não concordo, mas as regras são estas e quem quiser "jogar" tem que as aceitar.

Aliás todos os partidos já expulsaram, de uma forma ou de outra, militantes seus.

Claroi que só são criticáveis as expulsões do PCP.


De João Nuno Sequeira a 24 de Junho de 2008 às 21:18
Não me digas que já te foste embora.

Já deixaste de ser Boy, não é assim?

Boa viagem


De Mourinhaencantada a 24 de Junho de 2008 às 21:51
Não, não foi embora, achou que estava a perder o seu precioso tempo!... Castromaisverde tem mais o que fazer.


De João Nuno Sequeira a 24 de Junho de 2008 às 22:17
Claro. tem que fazer as malas.


De Mourinhaencantada a 24 de Junho de 2008 às 23:18
Bla,Bla,Bla, Presidente para aqui presidente pra colá,mas discuida-se e a máscara cai, Ciiiiinico. É verdade ha-de fazer as malas e ir dar ao cabedal para que cada vez mais Imigrantes se sintam Bem no Nosso Alentejo.Quer um conselho ? vá dar banho ao cão.Durma bem.


De João Nuno Sequeira a 24 de Junho de 2008 às 23:29
És mesmo tótó.

Quem é que falou em Presidente?

DAH!


De JoseGMestre a 24 de Junho de 2008 às 16:07
Será que o arquitecto Francisco José Caldeira Duarte se vai conseguir "impor" como presidente da Câmara Municipal de Castro Verde? Será que vai conseguir que o vejam como presidente da Câmara efectivo e não como um substituto de Fernando Caeiros?


De Mourinhaencantada a 24 de Junho de 2008 às 21:46
Deficilmente!...


De JoseGMestre a 25 de Junho de 2008 às 17:08
bem sei que é difícil. Mas dificuldade não significa impossibilidade



De João Nuno Sequeira a 25 de Junho de 2008 às 19:13
Tudo pode ser "deficil" não é assim? Então quando estão a torcer para que assim seja, ainda mais.


De a.r.p a 21 de Julho de 2008 às 17:49
Pois é amigo transtagano, não é missão fácil, com os vícios e oa afilhados que há espalhados por esse concelho...ai...ai...ai.
Mas disse "impor-se"? Então essa da imposisão não percebi!!!! Ou o homem é democrata, logo, deixa andar a malta ao sabor dos seus interesses ou está feito ao bife.Sim porque ele não pode governar à sua maneira(penso que responsavel), tem que governar para a clientela.Tem que fazer como fazia oquem substutui, não acha?


De sagher a 26 de Junho de 2008 às 23:56
nao comento o post comento os comentadores que infelizmente não conseguem debater com elevação


De Manuel Antonio Domingos a 27 de Junho de 2008 às 00:07
Sagher;
Mas todos?


De Avederapina a 27 de Junho de 2008 às 00:15
Tu, claro que não!

Insultas, mas sempre com alta elevação.

Dia 30 lá estarei para te ouvir com elevação, a aguardar o teu balanço dos factos provados e demonstrados que encontraste ao longo destes mais de 30 anos de gestão.

Leva umas folhinhas para distribuíres pela malta!


De Manuel Antonio Domingos a 28 de Junho de 2008 às 14:33
Porque será que não respondes a coisas concretas?
Será isso elevação?


De castromaisverde a 29 de Junho de 2008 às 09:31
Perguntas directas, respostas concretas!


De Manuel Antonio Domingos a 30 de Junho de 2008 às 09:36
O tempo é o nosso melhor conselheiro.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds