Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Os independentes são um problema politico

Olá bom dia caros amigos, será que os independentes são um problema.

Provavélmente os partidos, gostariam de os usar, os independentes, para ganhar eleições e no dia seguinte descarta-los.

 

Será que são gente incomoda por não respeitarem a disciplina partidária, nem se remeterem ao voto de silencio e dizerem o que pensam.

 

Será que são desalinhados, porque não jogam na equipa dos amigos lá do partido.

 

Será que os tais, os do partido se roem de inveja pela falta de capacidade para desenvolver projectos ganhadores.

Será que os tais os senhores do partido, perdem o sono quando tem o pesadelo que a coisa se transmite de independente para independente e que o ciclo  independente  nunca mais acaba , a sede de poder é um drama politico.

 

Será que os tais do partido colocam os peões de brega atrás dos independentes como sombra em dia nublado.

 

Será que os independentes são um problema porque com o seu sorriso pepsodente convencem o Zé povinho a depositar o voto e aceitam os asquerosos membros do partido na sua sombra.

Será que os independentes a troco de um lugar dão a cara e vendem a alma.

 

Será que os independentes são um problema menor quando se perdem eleições, porque afinal não eram do partido.

 

Será que os independentes estão depostos a cortar amarras a quem lhe deu um jeito e a concorrerem numa lista popular?

 

Será que dá jeito ser independente pela frente e nas costas a ajudinha da máquina.

 

Provavelmente os independente são mesmo um problema politico...

 

 

 Boas reflexões....

publicado por castromaisverde às 10:09
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De sagher a 5 de Outubro de 2007 às 12:51
bom dia :
1ª questão : não creio que as pessoas que se dizem independentes sejam um problema, e quando falo em independentes refiro-me a gente não filiada nos partidos, afinal não creio que todos os votantes no partido A, B , OU C sejam todos militantes, logo serão independentes que entendem estar próximos de determinada linha partidária.
2ª questão : como podem incomodar se não são gente alinhada? quanto muito poderão e DEVERÃO contribuir para a reflexão sobre as escolhas dos partidos.
3ª questão: desalinhados? não creio que um independente seja desalinhado apenas não se revê por completo nas opções dos partidos a que se aproxima.
4º questão os partidos roem-se de inveja de quê? de terem ideais e de os defenderem de forma clara e consequente? embora por vezes não saiam ganhadores? pelo que a vida me ensinou nem sempre quem tem razão ganha uma eleição.
5ª questão: quem acredita nos valores que defende não pode ter pesadelos, quanto muito deve interrogar-se sobre as formas de fazer chegar a sua mensagem aos eleitores, por outro lado a premissa usada em relação ao crescente apego pelo poder no que concerne aos partidos também se aplica aos independentes, embora estes tenham uma vantagem, como não defendem ideias resta-lhes defender projectos de poder.
6ª questão: que eu saiba os partidos não têm peões de brega , terão controleiros , responsáveis , militantes mas não são peões de brega . acho o termo insultuosos para os que durante anos lutam por um rumo politico , seja ele do meu agrado ou não .
7ª questão: uma vez mais o escriba opta pela via do insulto ao apelidar de asquerosos os que não são independentes , faz deste post uma questão entre bons e maus. talvez uma costela católica ou a nova moda portuguesa de que vale tudo e tudo é aceitável.
sobre resto não vale a pena pronunciar-me são lugares comuns. apenas fico triste porque sendo eu independente não sou apolítico , sendo eu independente tenho ideais e acredito numa sociedade diferente. Se os independente aqui descritos usam a sua independência no sentido de assaltar o poder fiquem á vontade, não sou um falso independente, a prová-lo estão algumas tomadas de posição durante a minha vida e as varias expulsões de um partido politico. mas queiram desculpar o insulto á memória dos que lutaram por valores a meu lado e que em determinado momento se afastaram ou de quem me afastei não poderia ficar sem resposta, é que para mim os defeitos e virtudes não estão no facto de se ser independente ou não , residem acima de tudo na atitude e nos valores que se querem na vida e isso não é coisa de partidos ou de independentes, é coisa de educação pessoal, é matéria que só pode resultar da reflexão sobre as realidades do mundo.
Por último vejo o post como um ataque a "um partido" não como uma defesa de ideais de independência politica, porque gostaria que me explicassem na verdade o que é ser independente, na vossa concepção do termo. muito obrigado MFCA .


De castromaisverde a 7 de Outubro de 2007 às 22:06
Olá gostei muito do seu comentário e algumas das questões que lança serão alvo de próximos posts .

Mais uma vez a sua forma de escrita apaixonada não lhe permite compreender o devido sentido das coisas, se reler o texto friamente vai perceber melhor alguns dos conceitos nele utilizados.

Este texto não é de forma nenhuma uma critica a um partido, quando o escrevi estava-me a recordar entre vários factos, da ultima eleição á câmara municipal de Lisboa.

Sobre o que escreve tenho que lhe dizer que tenho muito dificuldade em perceber partidos que expulsam militantes por opiniões divergentes.

Um abraço, é por pessoas como o sr . que continuarei a escrever, porque permitem troca de opiniões.


De feira de castro a 8 de Outubro de 2007 às 17:33
Boa tarde
Não posso deixar de saudar Sagher pela forma clara como apresentou este comentário.
Estou totalmente de acordo com a sua linha de pensamento.


De rbl a 5 de Outubro de 2007 às 23:42
perdoem-me lá mas, independente??
quem o é?
ok ok, serão como as bruxas, que los hay, mas muito poucos; alinhados ou não, muito poucos são aqueles que, na política, conseguem ser "independentes".
os interesses são mais que muitos para que as maquinas se dêm au luxo de ter grãos de areia nas engrenagens; fazem tudo o que podem para os evitar ou para os amansar.
é o animal-político que não se dissocia do animal-homem em tempo algum.


rbl


De castromaisverde a 7 de Outubro de 2007 às 22:08
Grande reflexão.
Sou simpático ainda acredito que existem verdadeiros apolíticos .
Um abraço


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds