Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Medição do desempenho nos serviços públicos.

Cada vez faz mais sentido a medição de desempenho nos serviços públicos, hoje o dinheiro que nos é retirado nos impostos é considerado como o pagamento de um conjunto de serviços que teoricamente nos é colocado á disposição.

 

 A medição do desempenho é um assunto bastante complexo, pois a maior parte das organizações utilizam variadas métricas com os mais díspares objectivos, não se apoiando em terminologias e abordagens consistentes, e não estão preparadas ou não têm capacidade para analisar aspectos que, de facto, possam contribuir para uma efectiva medição do seu desempenho.

 

 É preciso tomar consciência, tão rapidamente quanto possível, do desempenho da organização, do nivel de serviço que se presta, por forma a que possam ser tomadas as melhores decisões, procurando-se evitar ao máximo o consumo (desperdício) de recursos escassos e valiosos.

 

Assim sendo, todas as organizações devem preparar-se para efectuar sucessivas e sistemáticas medições ao seu desempenho. No entanto não é um processo fácil de implementar, pois deve ser construído com a colaboração de todos, apoiado pelos vários níveis de gestão e ser claro e oferecer benefícios tangíveis a cada colaborador.

 

A sua implementação exige o estabelecimento de métricas que permitam avaliar o estado de cada iniciativa (projecto), e que potencializado a tomada rápida de decisões.

 

 Para analisar o desempenho de um serviço á que definir objectivos e criar métricas que sejam de facial compreensão e de fácil utilização.

Por exemplo:

Quantos dias leva um projecto a aprovar .

Qual foi a percentagem de sucesso de uma determinada iniciativa

Qual é o desperdício de agua em % do consumo.

Quantas pessoas foram atendidas com sucesso num serviço

Qual o tempo médio de espera por um despacho .

 

 À que medir e divulgar as coisas que afectem a vida das pessoas, definir objectivos criar métricas e indicadores só por criar é uma manifesta perca de tempo.

 

Hoje, a sobrevivência de qualquer organização está totalmente dependente da sua capacidade para efectuar medições sucessivas e efectivas do seu desempenho. Se não o fizer, não será flexível, não se adaptará à mudança constante, definhando e decaindo rapidamente.

 

 O dinheiro de todos nós deve ser aplicado com rigor hoje exigem-se serviços com grande profissionalismo e qualidade logo a implementação e a divulgação de métricas é um excelente instrumento mostrando a todos a eficiências dos serviços.

 Serviços eficientes serão seguramente um orgulho para todos os que neles participam.

publicado por castromaisverde às 22:23
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Medição do desempenho nos...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.Visitantes

cocheshoteles nicaraguaClasificadosmascotasteta

.Visitantes Online

online

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds