Sábado, 14 de Junho de 2008

Desenvolvimento e Sustentabilidade

Desenvolvimento e Sustentabilidade

 

Como é curioso estar num pais dos mais industrializados á escala mundial e encontrar a cidade considerada a mais sustentável á escala planetária.

 

Dai se tira uma conclusão a industrialização e o desenvolvimento dito moderno aliado a uma estratégia baseada na aplicação do principio da sustentabilidade é possível e funciona.

 

Que belo relato faria desta terra o meu amigo Jones, os olhos de um apaixonado pela tranquilidade da vida no campo, que se inspira em coisas marcantes da terra como o famoso poço de entradas, esse monumento classificável, seguramente conseguiriam relatar os contraste de industrialização com a tranquilidade de escolhas que respeitam o ambiente e a conservação da energia que os meus com formação técnica não conseguem.

 

Só vos digo que se iniciou nesta terra um movimento de redução dos consumos energéticos e da utilização racional da energia integrando o máximo de produção com o recurso a energias renováveis após a tentativa de um governo instalar nesta região uma central nuclear (segundo se consta).

 

Passados trinta anos a central nuclear não existe, a expansão e a industrialização avançaram a investigação em novas tecnologias está mais que visível, a população fala orgulhosamente da sua motivação na combinação das energias renováveis com a reutilização de produtos e a marca de sustentabilidade desta terra é produto turístico.

 

O desenvolvimento, orientado com uma politica de respeito pelos recursos disponíveis entendendo que tem que ser partilhados e reutilizados pode fazer a diferença e funcionar como exemplo em qualquer parte do Globo. Logo concluo que desenvolvimento e sustentabilidade andam de braço dado sendo que para esta combinação resulte apenas é necessário que a consciência colectiva funcione e que cada um no momento de tomar as suas decisões pense e respeite os outros.

 

Manuel Mestre

 

publicado por castromaisverde às 00:14
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Manuel Antonio Domingos a 14 de Junho de 2008 às 09:25
Qual é energia renovável aí mais utilizada?
Concordo com a clasificação do monumento ( Poço da Vila ) a que tu chamas das Entradas.
Conheces o Chaparro dos Pernas?
Houve aí festa rija ontém à noite?

Para com essa mania
De utilizar o disfarce
Tens o vermelho da melancia
espelhado na tua face

Bom regresso amigo Zé


De castromaisverde a 14 de Junho de 2008 às 17:27
Olá boa tarde aqui não houve festa e tu andas completamente enganado.
Para variar.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Olá boa tarde aqui não houve festa e tu andas completamente enganado. <BR>Para variar. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Nao</A> me chamo Zé , não estou na Holanda e não sou jornalista. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>So</A> tiros na agua. <BR>


De Manuel Antonio Domingos a 14 de Junho de 2008 às 22:11
Se os tiros foram na água, o que eu continuo a duvidar, brevemente atingirão o porta aviões... mas nessa altura, espero eu que já tenha havido algumas deserções, e que portanto já não estejam todos no mesmo barco.
Boa noite castromaisverdecolectivofemininoemasculino


De avederapina a 14 de Junho de 2008 às 22:29
Olá amigo espero que estejas a gozar o euro.
O Manel de entradas anda a beber agua do poço cada vez está mais marado não lhe passes cartão .



De João Nuno Sequeira a 15 de Junho de 2008 às 00:10
E vc até podia beber a água toda de todos os poços do concelho, na forma de chá, que não ganharia nenhum nível.


De Manuel Antonio Domingos a 15 de Junho de 2008 às 11:42
Tens toda a razão, muitas vezes vem directamente do poço, e nem pelo filtro passa. Também já tem acontecido, nem umas gotas de cloro levar, pelo menos para desinfectar um pouco o mijo dos porcos aí da Serrana.
Se estes pormenores, que ainda não foram graves, porque a divina previdência se tem encarregado, fossem da responsabilidade das àguas de Portugal, tal não teriam já sido as quantidades de nan,nan,nans que nós não teriamos ouvido pronunciar. E eu é que estou marado?
Mes amis reveillez vous maintenant!
Demain peut être trop tard!


De João Nuno Sequeira a 16 de Junho de 2008 às 17:39
Oh Manuel António, essa dos "nan,nan,nans" está mesmo bem metida.

Pode-se dizer que foi de MESTRE!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Boa tarde

. Tradicionais Festas em Sa...

. Sr. Presidente devolva o ...

. Festejos do Foral de Cast...

. Por cá....

. Na reserva mas de olho!

. Castromaisverde vai fazer...

. Matemática Politica em Ca...

. Caeiros renuncia ao manda...

. PS adianta trabalho para ...

.arquivos

. Julho 2013

. Agosto 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Julho 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds